A informação a todo momento

BAHIA: ESTAÇÃO DO METRÔ NA BONOCÔ É A SÉTIMA A ENTRAR EM OPERAÇÃO

14/11/2015 23:17

Estação do metrô na Bonocô é a sétima a entrar em operação

Foto: divulgação

 

Um dos maiores desafios atuais da implantação do Metrô de Salvador foi vencido com a inauguração da Estação Bonocô, a sétima da Linha 1, nesta sexta-feira (13), pelo governador Rui Costa, acompanhado do ministro das Cidades, Gilberto Kassab, do prefeito Antônio Carlos Magalhães Neto e outras autoridades. As obras foram realizadas com o equipamento já em operação e em uma das avenidas mais movimentadas da cidade.

A estrutura elevada, que possui passarelas, rampas e elevadores, além de um bicicletário, vai atender principalmente aos moradores de bairros do entorno, como Cosme de Farias, Brotas, Campinas de Brotas, e ainda quem trabalha na região da Bonocô.

Durante a inauguração, Rui Costa afirmou que em dezembro, entre os dias 15 e 18, será inaugurada a Estação Pirajá, integrada a outra de transbordo, completando a primeira etapa de 12 quilômetros do Metrô de Salvador. “Ao todo, serão 41 quilômetros, ligando também Lauro de Freitas, Águas Claras e Cajazeiras. Salvador será a terceira capital do país em extensão de metrô. São Paulo tem 80 quilômetros para 12 milhões de habitantes e Salvador, que tem três milhões de habitantes, será a terceira cidade, com 41 quilômetros, a metade de São Paulo”, disse o governador.

Já o ministro Gilberto Kassab destacou os investimentos realizados pelo governo federal em parceria com o Estado e prefeitura. “Serão, ao todo, 104 quilômetros de transporte rápido, entre metrô, ônibus rápido e VLT. Estamos fazendo todo o possível para que em breve este trabalho esteja concluído, ajudando a Bahia a melhorar a qualidade de vida dos seus cidadãos”.

Segundo o presidente da CCR Metrô Bahia, Luís Valença, estão sendo fabricados mais 34 novos trens para o metrô da capital. “Então, teremos uma frota de mais de 40 trens com ar condicionado até o final do ano que vem. Por isso, é preciso integrar os ônibus urbanos, para atendermos a mais de 500 mil passageiros”.

Segurança e operação 

O acesso dos usuários ocorre a partir do mezanino situado na parte inferior das plataformas de embarque, através de passarelas interligadas à estação, além de rampas no canteiro central da Avenida Bonocô. Localizado abaixo do mezanino, o canteiro central foi reformado, com tratamento paisagístico, além de possuir bicicletário para atendimento aos usuários do metrô.

A segurança da Estação Bonocô é reforçada com 55 câmeras de monitoramento interligadas à Sala de Supervisão Operacional do equipamento. Os passageiros também contam com cerca de 50 funcionários, entre agentes de atendimento e segurança, agentes de bilheteria e colaboradores de empresa terceirizada. O equipamento possui ainda uma sala de primeiros socorros.

Características

A estação tem 136 metros de extensão e uma área de 6.140 metros quadrados, em elevado, próximo à subida da Rua Odilon Dórea, em Brotas, e do bairro de Cosme de Farias. A plataforma é coberta por telhas metálicas termoacústicas. No topo da cobertura foi instalada uma claraboia.

Por ter sido construída em um trecho no qual o metrô já se encontrava em funcionamento, durante as obras, que duraram dez meses, os cuidados foram redobrados, principalmente em relação à segurança do trabalho. Diversos serviços apenas puderam ser realizados em horários após o encerramento da operação e aos finais de semana.

Integração

Na inauguração, Rui disse ainda que o Estado já se reuniu com a Associação das Empresas de Transporte de Salvador, buscando acelerar o processo de integração do metrô com o ônibus urbano. “Já chegamos a um acordo com o transporte metropolitano e vamos, a partir de dezembro, iniciar a integração. Os ônibus da região metropolitana não chegarão mais ao centro de Salvador, mas vão levar os passageiros até a estação de Mussurunga, na Paralela, onde será feito o transbordo dos ônibus que vêm de Lauro de Freitas, e até Pirajá, onde o sistema vai receber os passageiros que vêm de Candeias, Simões Filho e Camaçari”.

Segundo o governador, será feita também a integração para a Estação de Águas Claras. “Portanto, estaremos resolvendo o problema da quantidade de ônibus que circulam pelo centro de Salvador, dando uma contribuição importantíssima para esvaziar as ruas e facilitar o trânsito”, explicou.

Rui informou que convidou os empresários de ônibus para que sejam parceiros do Governo do Estado e sócios do VLT, incorporando ônibus especiais, com tarifas diferenciadas, para colocar a classe média dentro do metrô. “Com certeza, a classe média vai andar de metrô e esvaziar as ruas de carros, tornando nossa cidade melhor para se locomover, com menos engarrafamentos, e as pessoas terão mais tempo para fazer o que precisam”.

Corredores transversais

O governador lembrou que, além do metrô e do VLT - que será licitado e vai ter 18,5 quilômetros, da Calçada a Paripe -, estão sendo construídos dois grandes corredores viários. “A [Avenida] Pinto de Aguiar, que está concluída, será ligada à Gal Costa, que vai chegar ao Subúrbio, e também estão sendo interligadas a Orlando Gomes e a 29 de Março. São 41 quilômetros de metrô, mais 21 quilômetros da Orlando Gomes com a 29 de março, mais 13 da Gal Costa e Pinto de Aguiar, mais 18 do VLT. É um conjunto de investimentos na mobilidade de Salvador, da ordem de R$ 8 bilhões, para transformar Salvador para melhor”.

Sistema Metroviário Salvador - Lauro de Freitas

O sistema metroviário entrou em operação em junho de 2014, um ano e dois meses após ser transferido para administração do Governo do Estado. Por meio de uma Parceria Público-Privada (PPP) e investimentos na ordem de R$ 3,6 bilhões, a concessão é da CCR Metrô Bahia.

O Sistema Metroviário de Salvador e Lauro de Freitas será composto por duas linhas, com total de 41 quilômetros e 23 estações. Além disso, quando concluído, o metrô estará integrado a 10 terminais de ônibus. A implantação e operação do sistema metroviário contam com seis mil colaboradores diretos, indiretos e terceiros.

 

 

Formosa News apoia essa causa.

 

Fonte: Acorda Cidade

 

Leia mais: https://www.formosanews.com.br/

 

 

Voltar

Pesquisar no site

© 2015 Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Webnode