A informação a todo momento

BAHIA: PLANSERV APURA COBRANÇA IRREGULAR DE SERVIÇOS

29/09/2015 15:39

Planserv apura cobrança irregular de serviços

Foto: reprodução

 

Como parte das ações do planejamento estratégico, implantado na nova gestão, a Assistência à Saúde dos Servidores Públicos Estaduais (Planserv) passa atualmente pelo processo de intensificação das medidas de controle da prestação de serviços. Auditorias realizadas, neste semestre, pela Coordenação de Controle apuraram cobrança irregular de serviços por prestadores, acarretando estorno de R$ 300 mil para a assistência.

“As ações para identificar as irregularidades serão cada vez mais ampliadas, o que resulta na qualificação da nossa rede de credenciados e na prestação de bons serviços aos nossos beneficiários”, afirma a coordenadora geral do Planserv, Cristina Cardoso. O plano de saúde tem atualmente cerca de 1,5 mil prestadores e 500 mil beneficiários.

Por meio dos canais de comunicação do Planserv (ouvidoria.planserv1@planserv.ba.gov.br), os beneficiários podem denunciar qualquer suspeita de cobrança irregular. “A partir daí, apuramos através de auditorias bastante criteriosas e, confirmada a informação, adotamos as medidas cabíveis, que finalizam com o descredenciamento do prestador e no estorno dos valores cobrados irregularmente”, explica o coordenador de Controle, Marco Aurélio Borges.

Análise de prontuários

As denúncias recentes foram feitas por duas beneficiárias à Ouvidoria do Planserv. Elas relataram que, ao verificar o extrato de utilização dos seus dependentes, perceberam a cobrança de consultas em datas onde não houve atendimento. Os estudos feitos pela Coordenação de Controle ocorreram, a partir de amostragens com outros beneficiários e visitas ‘in loco’, por meio de análise de prontuários selecionados para a amostra.

Os registros nos prontuários foram confrontados com as datas de cobranças feitas ao Planserv, sendo verificado que em todos houve cobrança de um ou mais atendimento sem documentação em prontuário. A finalização do processo ocorreu com o descredenciamento dos prestadores e no estorno dos valores cobrados de forma indevida. 


 

Formosa News, a informação a todo o momento. Fonte: Acorda Cidade.

Voltar

Pesquisar no site

© 2015 Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Webnode