A informação a todo momento

BAHIA: PROTESTOS PEDEM POR JUSTIÇA APÓS MORTE DE ESTUDANTE EM LAURO DE FREITAS

24/08/2015 22:51

Familiares e amigos fizeram protesto (Foto: Reprodução/Facebook)

Familiares e amigos protestaram em Lauro de Freitas na noite do domingo (23) e na manhã desta segunda-feira (24) contra a violência na cidade e exigindo justiça para o caso de Daniele Rebeca Santana Magalhães, 18 anos, morta ao ser atingida por uma bala perdida na noite de sábado. O corpo de Daniele foi sepultado no domingo.

Ontem à noite, um grupo fez uma caminhada depois do enterro, que aconteceu no cemitério de Portão. Já na manhã de hoje, a manifestação aconteceu organizada por estudantes do Colégio Bartolomeu Gusmão, onde a jovem estudava. O grupo seguiu até a porta da prefeitura, pedindo mais segurança, e depois seguiu para a 23ª Delegacia, que investiga o caso, pedindo agilidade. Eles levavam cartazes em lembrança da jovem e pedindo menos violência em Lauro de Freitas.

Nas redes sociais, amigos relembraram Daniele. "Estamos de luto com a perda de mais uma jovem, estudante e cheia de sonhos que foi interrompido pelo crime que infelizmente assola nossa cidade. Que Deus possa confortar o coração da família", escreveu um rapaz. "É difícil de acreditar que uma amiga se foi e seu grande sonho de ser bióloga foi interrompido por delinquentes, por estar na hora errada e no local errado... Estou muito sentido e sem poder acreditar, porque estávamos juntos na sexta-feira na escola, tiramos fotos e tudo, resenhamos, e no sábado de ontem (22/08/2015), ela morre por bala perdida, uma menina direita, estudiosa, super inteligente, linda, carismática, que com certeza vai fazer falta", compartilhou um colega.

Daniele foi atingida por bala perdida quando saía de igreja com namorado
(Foto: Reprodução/Facebook)

Crime
A estudante voltava da Igreja Assembleia de Deus de Vila Mar, em Lauro de Freitas, quando foi atingida por um tiro no peito. Segundo a Central de Polícia, Daniele, que também fazia curso técnico de Meio Ambiente no Senai,  foi atingida por uma bala perdida durante confronto entre facções criminosas das localidades de Vila Mar e Lagoa da Base. O crime aconteceu por volta das 18h do sábado, na avenida Amarílio Thiago dos Santos, próximo à agência dos Correios, na Vila Praiana.

Daniele estava na carona da moto conduzida pelo namorado, Lucas Rufino, que também levou um tiro de raspão no lado direito do abdômen. Ambos foram socorridos por moradores para o posto de saúde Nelson Barros, no Centro, mas ela já chegou sem vida. Lucas foi atendido e teve alta no mesmo dia. A ocorrência foi registrada na 23ª Delegacia (Lauro de Freitas) pelo delegado Mário Augusto Ribeiro.

Durante a ação dos bandidos, que ainda não foram identificados, outra vítima, Edson da Silva Rocha, foi atingida por dois disparos de arma de fogo na região do pescoço e da bochecha. Ele foi encaminhado para o Hospital Menandro de Farias, e foi liberado ontem. Logo após receber alta, Edson foi escoltado pela Polícia Militar até a delegacia para que fosse intimado para depor hoje. Na delegacia, ele adiantou que os disparos partiram de uma dupla de bandidos que estava em uma moto e passou atirando a esmo na avenida. “Eu tinha saído para comprar pão. Quando vi, foi só o barulho e corri. Quando passei a mão no pescoço e vi o sangue, foi que eu percebi que havia sido atingido”, contou ao CORREIO.

Segundo o pai Daniele, Wiston Freire Magalhães, Daniele era uma menina tranquila e muito querida pelos amigos. “Ela não era de sair muito para a rua. Era só do trabalho para a igreja e da igreja para casa”. Em seu perfil em uma rede social, o namorado Lucas Rufino, com quem a jovem mantinha um relacionamento há quatro anos, também lamentou a perda. “Orem, amigos. Só Deus sabe como estou muito, muito triste”, escreveu. O caso segue sendo investigado pela 23ª Delegacia.

 

Formosa News, a informação a todo o momento. Fonte: Correio da Bahia

 

Voltar

Pesquisar no site

© 2015 Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Webnode