A informação a todo momento

BAHIA: SÓ EM CASA, MENINO DE 1 ANO E 10 MESES MORRE EM INCÊNDIO EM ITORORÓ

26/10/2015 23:15

Menino morreu em incêndio
(Foto: Itororó Já)

 

Um menino de um ano e dez meses morreu em um incêndio na casa em que morava em Itororó, na Bahia. Segundo informações da delegacia da cidade, a criança morreu asfixiada depois de um incêndio causado por uma vela acesa. O garoto Pedro Lucas Costa Marques chegou a ser levado ao Hospital Municipal, mas já chegou sem vida.

De acordo com o delegado Frank Nogueira, o menino estava sozinho na casa quando aconteceu o incêndio, na noite de sábado (24). Ele morava só com a mãe - a avó, que vivia com eles, saiu da casa dias antes, levando todos os móveis, após um desentendimento. A mãe saiu de casa, segundo ela contou a vizinhos, para fazer um lanche em um bar. O menino foi deixado só e trancado.

"A casa não tinha nada, só tinha o colchão e as roupas da mãe e da criança. A avó já tinha tirado todas as coisas. A vela ficava acesa porque tinham cortado a energia", contou o delegado Frank Nogueira.

As chamas não chegaram a atingir o menino, que segundo o delegado não sofreu nenhuma queimadura. Vizinhos foram chamar a mãe do menino, que ao chegar ainda o socorreu até o hospital, sem sucesso.

A mãe está muito abalada e ainda não foi ouvida oficialmente na delegacia. De acordo com o delegado, ela pode responder pela morte, se comprovada negligência. "Se comprovar, ela pode responder por abandono, até por homicídio. Tinha informação de que ela costumava fazer isso (deixar o filho só)", relata.

O corpo do menino foi encaminhado para o Departamento de Perícia Técnica (DPT) de Vitória da Conquista.

Casa pegou fogo por conta de uma vela deixada acesa
(Foto: Keile Araújo/ Itororó Já)

 

Outro caso 
 

Na última semana, um caso similar foi registrado em Remanso-BA. Um bebê de sete meses morreu em um incêndio na casa onde ele morava. Segundo a delegacia da cidade, a mãe saiu de casa para ir ao mercado e deixou os dois filhos - além do bebê, uma criança de 2 anos - sozinhos em casa. Por conta disso, ela foi detida por abandono de capaz.

O incêndio aconteceu na Rua dos Coqueiros na tarde da quarta-feira (21). A perícia ainda será realizada, mas a suspeita é de que houve um curto-circuito em um aparelho ventilador quando as duas crianças estavam sozinhas em casa. O menino de 2 anos foi salvo pelo avô, que mora próximo e viu quando o fogo tomava conta da casa. 

A mãe das crianças foi ouvida na delegacia e disse que saiu para comprar materiais para casa. O mercado fica próximo e quando ela voltou já encontrou a residência queimada e o corpo do filho mais novo carbonizado.

No mesmo dia, ela foi liberada e deve responder ao processo em liberdade.

 

Formosa News apoia essa causa.

 

Fonte: Correio da Bahia.

 

 

 

 

Voltar

Pesquisar no site

© 2015 Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Webnode