A informação a todo momento

BRASIL : JUSTIÇA PERNAMBUCANA CONDENA ACUSADOS DE JOGAR VASO SANITÁRIO EM TORCEDORES

03/09/2015 23:27

Responsáveis por jogar dois vasos sanitários de uma arquibancada do Estádio Arruda, no Recife-PE, em maio do ano passado, que provocou a morte de Paulo Ricardo Gomes da Silva, de 26 anos, e feriu três pessoas, Everton Felipe Santiago Santana, Luiz Cabral de Araújo Neto e Waldir Pessoa Firmo Júnior foram condenados por homicídio doloso duplamente qualificado (motivo fútil e sem chance de defesa da vítima) e três tentativas de homicídio, em julgamento realizado nessa quarta à noite (2), na 2ª Vara do Tribunal de Justiça de Pernambuco.

Após mais de 12 horas de julgamento no Fórum Rodolfo Aureliano, no centro da capital pernambucana, o tribunal do júri optou pela condenação dos três, em regime fechado. O juiz Jorge Luiz dos Santos Henriques decretou penas de 28 anos e nove meses para Everton Felipe; 25 anos, sete meses e 15 dias para Luiz Cabral; e 22 anos e seis meses para Waldir Pessoa.

O crime ocorreu no dia 2 de maio do ano passado, praticamente um mês antes da Copa do Mundo 2014, após a partida entre Santa Cruz e Paraná, pela Série B do Campeonato Brasileiro. Presos pela polícia dias depois do crime, os três confessaram que arrancaram dois vasos sanitários de banheiros do estádio e os arremessaram de uma altura de 24 metros, na rua ao lado do Estádio Arruda.

Durante o julgamento, os advogados de defesa dos três réus tentaram desqualificar a tese de homicídio doloso – quando há intenção de matar – e tentativa de homicídio, para homicídio culposo e lesão corporal. O juri, no entanto, concordou com a tese da promotoria, de que os três tiveram a intenção de atingir as pessoas que deixavam o estádio ao carregar os vasos sanitários por cerca de 100 metros antes de arremessá-los.

 

 

Formosa News, a informação a todo o momeno. Fonte: Agência Brasil (Acorda cidade). 

Voltar

Pesquisar no site

© 2015 Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Webnode