A informação a todo momento

BRASIL: SUZANE VON RICHTHOFEN GANHA BENEFÍCIO E PODERÁ TRABALHAR FORA DE PRESÍDIO

22/10/2015 19:14

Foto: Reprodução.

 

A Justiça de São Paulo aceitou o pedido de Suzane Von Richthofen para progressão ao regime semiaberto. Ela cumpre pena de 39 anos pelo homicídio dos pais, em 2002. Com a solicitação aceita, ela poderá deixar o presídio durante o dia para trabalhar.

Suzane, presa há 13 anos, teve a oportunidade de ir para o semiaberto em agosto de 2014, mas recusou por "questões de segurança".

À época, a Secretaria de Estado da Administração Penitenciária informou quer ela preferiu não aceitar a progressão pois não queria ser transferida da Penitenciária-1 de Tremembé (SP), onde também estava a namorada dela, Sandra Regina Gomes. No entanto, a defesa alegou que a jovem se manifestou à época sem assistência jurídica técnica e entrou com recurso.

A decisão também recomenda ao juízo de origem que analise a possibilidade da permanência de Suzane na Unidade Feminina I de Tremembé, onde se encontra atualmente. Segundo a Defensoria Pública, o pedido foi feito há alguns meses e aguarda o julgamento.

Família

Em março, a Justiça de São Paulo determinou que a herança da família Von Richthofen seja entregue apenas ao irmão de Suzane, Andreas Albert von Richthofen. Na sentença, o juiz determinou que ela deveria ser excluída da partilha dos bens por considerá-la "indigna". A herança é calculada em mais de R$ 3 milhões.

Richthofen disse, em entrevista ao Programa do Gugu, em fevereiro deste ano, que não vê o irmão Andreas desde 2006, quando aconteceu seu julgamento. Segundo ela, ele visitava-a quando ainda estava presa em São Paulo, mas que as visitas, um dia, cessaram.

"Eu sei que meu irmão sofreu muito, mas como ele passou estes anos, eu não sei. Se eu sofri aqui dentro [no presídio de Tremembé, onde está há sete anos], imagino ele lá fora. Quando ele diz o sobrenome, qualquer um reconhece, e ele terá que carregar isto para sempre", disse Suzane.

De acordo com ela, Andreas não queria se afastar da irmã após a confissão do crime: "Na época, ele me disse: 'Su, eu perdi meu pai, minha mãe. Eu não quero perder minha irmã. Eu te perdoo e vou ficar com você'", disse ela ao apresentador. Ela acredita que um dos motivos do afastamento pode ter sido a herança, da qual abriu mão em 2014.

Na entrevista, ela afirmou não ter consciência do valor do dinheiro do qual abriu mão: "Este dinheiro nunca foi meu. Era dos meus pais e hoje pertence ao meu irmão", disse. 

 

 

Formosa News apoia essa causa.

 

Fonte: Uol

Voltar

Pesquisar no site

© 2015 Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Webnode