A informação a todo momento

CHORROCHÓ E REGIÃO DE LUTO: MORRE TOINHO ABOIADOR, VÍTIMA DE ACIDENTE

11/08/2019 11:04

Image

Na noite deste sábado (10), um grave acidente ocorrido na BR-116, por volta das 19h00min, tirou a vida do artista Toinho Aboiador.

O acidente aconteceu a aproximadamente 5 quilômetros/sul do Povoado Formosa (município de Macururé) e envolveu um veículo de passeio (Siena) e uma motocicleta que Toinho pilotava.

No Siena estavam dois homens que viajavam de Minas Gerais a Juazeiro do Norte-CE. Segundo um dos ocupantes do veículo, o acidente aconteceu por causa da pouca visibilidade provocada pelos faróis das carretas que vinham no sentido contrário e também pelo fato da lanterna traseira da motocicleta de Toinho não estar funcionando.

“Vinham três carretas com os faróis atrapalhando a visão. Quando a gente percebeu algo na frente, não tivemos mais tempo de livrar. Aí houve a pancada, o pneu estourou e o carro puxou pro lado das carretas. Agarrei no volante junto com o motorista e só lembro de ter gritado: “segura! segura!” - até conseguir parar o carro. Por muita sorte não entramos debaixo das carretas. E a moto tava com a luz de traz apagada, não tivemos como ver, foi muito rápido", disse o ocupante do veículo.

Toinho foi arremessado para fora pista e veio a óbito no local. A motocicleta ficou totalmente destruída.

Image

Durante o dia, Toinho Aboiador participou da 11ª Pega de Boi no Mato da Fazenda Umbuzeirão (município de Canudos) e acabou perdendo a vida quando retornava para sua casa. Ele morava na Fazenda Espinheiro, próximo ao Povoado São José (município de Chorrochó).

Coincidentemente, tempos a atrás, um irmão dele, chamado de Albino, também morreu atropelado na mesma BR. Ele estava numa bicicleta e uma carreta o atropelou nas proximidades da localidade Silva (município de Chorrochó).

Toinho era um artista muito conhecido na região. Era vice-presidente da Associação dos Vaqueiros de Chorrochó, repentista, compositor, aboiador e estava presente em todas as vaquejadas da região. Também vendia e gostava de fazer sorteios de chapéus de couro durante as festas.

Em um de seus Cds, homenageou vários vaqueiros da região, contou sua história de vida e fez homenagens à Festa dos Vaqueiros de Chorrochó e Curaçá .

 

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Clique aqui para seguir nossa página no Twitter.

Clique aqui para seguir nossa página no Instagram.

 

Fonte: Portal Formosa.

Voltar

Pesquisar no site

© 2015 Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Webnode