A informação a todo momento

EUCLIDES DA CUNHA-BA: PROFESSORES REALIZAM MAIS UMA PARALISAÇÃO

14/09/2015 18:05

Pelo terceiro dia num período de cinco dias, professores da Rede Municipal de Ensino de Euclides da Cunha paralisam suas atividades nesta segunda-feira (14). A primeira paralisação aconteceu no dia 9 deste mês.

O ato já havia sido acordado na última sexta-feira (11) - segundo dia de paralisação da categoria - em assembleia extraordinária realizada no salão da casa de eventos El Shadday, onde professores discutiram os rumos das atividades seguintes da educação no Município, no que tange ao ensino mediante aos problemas envolvendo o pagamento dos salários, por parte da prefeitura municipal. Deste encontro também foi organizada uma passeata em protesto realizado neste último sábado (12) pelas principais avenidas e ruas da cidade, conforme escreveu o repórter José Dilson, do site euclidesdacunha.com, no mesmo dia: fantasiados com nariz de palhaço, usando apitos e cornetinhas, buzinaço e barulho de um grupo de motoqueiros para chamar atenção da população, sob o sol escaldante, os profissionais em educação reclamavam, pelo sistema de som do carro que acompanhava a passeata, que a prefeitura municipal não havia pago, integralmente, o salário da categoria e, ao mesmo tempo convocava a todos para uma manifestação de protesto em frente à sede da prefeitura municipal.

Neste período de manhã, os professores estão reunidos em frente à sede de Prefeitura Municipal de Euclides da Cunha, na tentativa de dialogar com a prefeita municipal para obterem um posicionamento firme sobre o pagamento dos vencimentos restantes da categoria, tendo em vista que na última sexta-feira a Prefeitura Municipal de Euclides da Cunha efetivou o pagamento de parte dos salários em atraso, conforme nota veiculada neste site que também indica que o restante dos vencimentos serão pagos até o final desta semana.

Em respeito aos órgãos que funcionam na proximidade de Prefeitura, bem como, a própria Secretaria Municipal da Educação e a Prefeitura Municipal, o Fórum desembargador Aloísio Batista, o Ministério Público, entre outros órgãos, no ato de protesto desta segunda-feira, os professores não estão usando carro de som para mostrar a insatisfação com a situação em que se encontram com seus respectivos vencimentos, que tiveram apenas o salário-base pago.

Até o fechamento desta matéria ainda não havia um posicionamento sobre o diálogo entre os líderes dos professores e a gestão municipal.

Formosa News, a informação a todo o momento. Fonte: Euclides da Cunha.com

Voltar

Pesquisar no site

© 2015 Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Webnode