A informação a todo momento

POR QUE PROGRESSO E SENSIBILIDADE DIVIDEM OPINIÕES?

06/09/2015 10:58

O progresso inserido numa determinada sociedade representa avanço, movimento para frente (...). Em relação à sensibilidade, significa emoção, sentimento, simpatia pela humanidade (...).

A sociedade humana desenvolveu ao longo da sua existência, meios que consequentemente facilitaram a sua vida. Porém, tudo isso dividem opiniões, sejam elas ambientalistas, políticas, latifundiárias, religiosas e demais membros da sociedade.

Na década anterior, o governo federal iniciou a execução de uma grande obra nas águas do rio São Francisco, a famosa transposição, que até hoje divide opiniões. Essa construção teve seu ponta pé inicial naquele momento; e que pude está presente (o fundador do Formosa News) naquele histórico e marcante instante juntamente com outros universitários na cidade de Cabrobó-PE, observando nos discursos do então ministro da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima e de Eduardo Campos, então governador de Pernambuco, a reação de algumas pessoas que através de faixas e “invisíveis” coros e ideologia, expressavam que a partir dali iniciaria o fim o rio, que os números de beneficiados por essa água e do seu déficit "mínimo" apresentados em propaganda que não coincidiam com a realidade. Houve até padre fazendo greve de fome contra a ação!

Bem, tudo isso passou e o padre continua vivo, mas para muitos o rio está na UTI, apelos não foram suficientes para impedir que a construção parasse e gostando ou não a obra está teoricamente pronta.

Tem um ditado que diz que cada caso é um caso, mas com certeza quando se fala de progresso é comum à ausência de sensibilidade em qualquer tema abordado, ou seja, a transposição não se contrasta com a passagem do asfalto da BR-116 em Formosa, município de Macururé-BA) rodovia federal das mais movimentadas do país, que a partir de 1999 começou a desenvolver o progresso dos formosenses e tornou o lugar caminho conhecido em todo o país e até do mundo, como foi durante a Copa do Mundo de Futebol em 2014. Restaurantes, lanchonetes, pousadas, borracharias, posto de combustível e entre outros serviços, passaram a serem construídas as margens dessa rodovia para atender as necessidades de quem passou a trafegar por essas estradas e claro, para que melhorassem as condições de vida de um povo sertanejo muito sofrido com a seca. O movimento na BR-116 nas proximidades de Formosa melhorou e muito os números da renda per capita (renda por pessoa) dos seus moradores. Entretanto, a muito que se preocupar, pois onde há processo há regresso, ou seja, surge daí as drogas, a prostituição, violência, a falta de segurança, acidentes com mais frequência, prejuízo para os criadores, aumento de insetos e contaminação das águas e do solo devido ao aumento da quantidade de lixo expostos e ao desmatamento das árvores nativas para construção de casas. Portanto, há muito no que se pensar.

Nesse último fim de semana, um tema tem ganhado espaço em sites e redes sociais em geral no povoado de Formosa, a forma de como está sendo executada a construção do calçamento do povoado. Opiniões estiveram contrastadas pela própria população, assim como também entre executores da obra e alguns moradores. Na opinião desses moradores, faltou um pouco de sensibilidade por parte de encarregados pela execução dessas obras na hora de apelar pela preservação de uma árvore de décadas arrancada que enfeitava as já extensas (largas) por natureza, desconcertadas (irregulares) e despovoadas de sombras ruas formosenses, que aparentemente não representava perigo algum tanto a segurança das pessoas quanto a circulação de veículos por essa via e que serviam de lazer para moradores e visitantes de algumas cidades. O diálogo é sempre essencial!

Foto: Derrubada de árvore 

Por outro lado, a moderna e a desenvolvimentista construção do calçamento ganha contornos e aos poucos a obra vai embelezando/modificando a cara do povoado e com certeza também trará melhorias na parte de drenagem de águas pluviais e na locomoção de pessoas. Que seja bem vinda!

Foto: Homens trabalhando no calçamento

Agora resta saber, quando será que desenvolvimento e a sensibilidade andarão de mãos dadas?

 

 

Formosa News, a informação a todo o momento.

 

   

 

Voltar

Pesquisar no site

© 2015 Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Webnode