A informação a todo momento

PROJETO OS SERTÕES MOBILIZOU JOVENS E FAMÍLIAS DE EUCLIDES DA CUNHA, CANUDOS E MONTE SANTO

24/10/2015 18:08

Apesar das dificuldades por falta de recursos, o projeto “OS SERTÕES: 18ª Semana Cultura / 17º Congresso Os Sertões” foi realizado com bastante sucesso, atingindo principalmente o seu objetivo. O evento homenageou o centenário de nascimento do professor José Calasans Brandão da Silva e foi realizado pela Associação Cultural, através do Ponto de Cultura OS SERTÕES e aconteceu no período de 09 a 12 de outubro, na cidade de Euclides da Cunha e nos municípios de Canudos e Monte Santo. A novidade deste ano foi o resgate do 5º Festival da Canção de Euclides da Cunha que estava sem ser realizado há aproximadamente 20 anos, e “a pedido de vários jovens euclidenses, resolvemos resgatá-lo”, disse o coordenador Antenor Júnior. 

A Abertura Oficial aconteceu no Auditório do Educandário Oliveira Brito com uma palestra do engenheiro, Marcos Adriano, que falou da importância da realização do projeto, pois “a história de Canudos é uma das mais importantes deste país. O projeto OS SERTÕES, principalmente o 17º Congresso, tem um papel fundamental nesse processo de manutenção desta história”, observou Adriano. Após a abertura os congressistas ouviram detalhadamente os critérios das “visitas programadas” aos municípios de Canudos e Monte Santo. Em seguida os estudantes receberam o material de atividades do evento. 

No dia seguinte, os congressistas participaram da primeira maratona, visitando a cidade de Monte Santo, onde aconteceram debates in loco sobre o episódio da Campanha de Canudos. Foram visitados os locais de acampamentos militares e subiram ao Santuário da Santa Cruz, local onde acontece anualmente uma das maiores romarias do Nordeste. Monte Santo também serviu para uma das maiores produções cinematográficas com a realização do longa-metragem Deus e o Diabo na Terra do Sol, do cineasta baiano Glauber Rocha.

Em Canudos, os estudantes congressistas visitaram a Canudos Velha, o Museu Histórico de Canudos, o Parque Estadual de Canudos (PEC), Memorial Antônio Conselheiro (local onde possui diversas exposições sobre a temática da Guerra de Canudos), Praça João de Regis (local onde contém várias plantas nativas que estão contidas no livro “Os Sertões”, do escritor Euclides da Cunha), e a nova cidade de Canudos. O local de maior discussão e debate foi no PEC, onde foram formados vários grupos de estudos e debates que conheceram de perto a história da Guerra de Canudos.

Além de diversas atividades culturais que aconteceram no centro da cidade de Euclides da Cunha, destacamos o volta do Festival da Canção de Euclides da Cunha. Essa edição, os artistas ficaram livres para a apresentação de seus trabalhos, pois não houve concorrência. O festival, também, contou com as participações do sanfoneiro de oito baixos  Rato Branco, de Caíque do Acordeom e do Samba de Roda Água Pequena.  Já no auditório do Educandário Oliveira Brito, foi apresentado o espetáculo teatral, “Sonhos de um Palhaço”, dirigido por Carlos Carneiro e que teve como ator, Israel Santana.

Para Antenor Júnior, este ano o projeto OS SERTÕES contou com uma equipe da produção bastante reduzida, devido às dificuldades para executar os eventos, mas a programação foi satisfatória, pois “conseguimos realizar mais um ano o evento que tem conseguindo manter um dos fatos mais importantes da história deste país, a Guerra de Canudos”. Para desenvolver as atividades culturais o projeto contou com o patrocínio do Banco do Brasil, dos comerciantes locais, do projeto Canudos/Uneb e da prefeitura de Euclides da Cunha, além do apoio do site euclidesdacunha.com, Educandário Oliveira Brito e Cidade FM.

 

 

Formosa News apoia essa causa.

 

Fonte: Euclidesdacunha.com

 

Voltar

Pesquisar no site

© 2015 Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Webnode