A informação a todo momento

POLÊMICAS DO JOGO FLAMENGO X BAHIA: RAMÍREZ TERIA DITO ‘TÁ QUANTO’ E NÃO ‘SEU NEGRO’, APONTA LAUDO DO BAHIA

23/12/2020 21:55

Image

Colombiano teria dito "tá quanto?" e não "seu negro" (Reprodução)

Os laudos contratados pelo próprio Bahia apontam que o atleta Ramírez não teria dito “seu negro” para o jogador Bruno Henrique, do Flamengo, durante uma discussão acalorada que tiveram ao longo da partida que terminou 4x3 para o time carioca, domingo, no Maracanã. Em vez disso, o colombiano teria dito “tá quanto?”, em provocação e em referência ao placar do jogo naquele momento, que era favorável ao Bahia por 3x2.

Os laudos contratados pelo próprio Bahia apontam que o atleta Indio Ramírez não teria dito "seu negro" para o jogador Bruno Henrique, do Flamengo. Em vez disso, o colombiano teria dito "tá quanto?", em provocação e em referência ao placar do jogo.

A informação foi divulgada pelo site GE inicialmente e confirmada com o Bahia pelo CORREIO. O laudo faz parte da apuração que o tricolor instaurou sobre o ocorrido no jogo.

Na noite de terça-feira (22), o Flamengo apresentou o mesmo vídeo, acompanhado de um laudo apontando que Ramírez teria dito "seu negro" para Bruno Henrique. O Bahia, por sua vez, preferiu contratar ele mesmo especialistas de leitura labial.

Segundo o apurado pelo CORREIO, um dos especialistas consultados era argentino, e outro, chileno, na tentativa de fazer a leitura mais fidedigna do espanhol, idioma falado por Ramírez, que chegou ao clube no início de novembro e não domina o português.

O meia colombiano disse à diretoria do Bahia que teria falado “tá quanto?” no vídeo divulgado pelo Flamengo, ao passo que a direção do clube colocou a cena sob perícia e constatou a versão do atleta.

Antes disso, segundo o laudo obtido pelo Bahia, ele se vira para Bruno Henrique e provoca dizendo “qué pasó?”, algo próximo de “o que foi?” na língua materna, o espanhol.

ENTENDA O CASO
A confusão envolvendo Ramírez e o atacante Bruno Henrique não é o pivô da acusação de racismo feita sobre o jogador tricolor. Esta partiu do meia Gerson, em um lance que ocorreu no início do segundo tempo, logo após o Bahia diminuir o placar desfavorável para 2x1. Naquele momento, Gerson acusa Ramírez de ter dito a ele “cala boca, seu negro”. Acusação que o colombiano nega. Não há, ou ainda não apareceu, vídeo desse momento.

Por causa dessa situação, a Polícia Civil do Rio de Janeiro instaurou inquérito e Ramírez será intimado a depor, assim como o então técnico Mano Menezes e o árbitro da partida, Flávio Rodrigues.

Já a discussão com Bruno Henrique ocorreu quando o placar estava 3x2 a favor do Esquadrão e, esta sim, foi filmada. Nesta confusão, Bruno Henrique teria dito “gringo de merda”.

 

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Clique aqui para seguir nossa página no Twitter.

Clique aqui para seguir nossa página no Instagram.

 

Fonte: Correio da Bahia

Voltar

Pesquisar no site

© 2015 Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Webnode